Cardápio

Automação Industrial

  

 
Curso técnico modular composto por quatro módulos.
Cada módulo corresponde a um semestre letivo.

Perfil profissional de conclusão

O técnico em Automação Industrial é o profissional que projeta, instala, programa, integra e realiza a manutenção em sistemas aplicados à automação e controle; analisa especificações de componentes e equipamentos que compõem sistemas automatizados; coordena equipes de trabalho e avalia a qualidade de dispositivos e sistemas automatizados. Programa, opera e mantém os sistemas automatizados respeitando normas técnicas de segurança.

Mercado de trabalho

Indústrias petroquímicas, automobilísticas, alimentícias e de energia; laboratórios de controle de qualidade, de manutenção e pesquisa; empresas de prestação de serviços e como profissional autônomo.

Certificações intermediárias e diploma

Módulo I: Este módulo não possui certificação técnica.
Módulos I e II: Estes módulos não possuem certificação técnica.
Módulos I, II e III: Qualificação Técnica de Nível Médio de Auxiliar Técnico em Automação Industrial

Perfil profissional

O Auxiliar Técnico em Automação Industrial é o profissional que atua na área industrial e de serviços; interpreta e analisa esquemas elétricos, pneumáticos e hidráulicos; opera sistemas integrados e automatizados; identifica necessidade de manutenção e executa reparos nos diversos sistemas. Aplica normas de segurança gerais e específicas.
Módulos I, II, III e IV: Habilitação Profissional Técnica de Nível Médio de Técnico em Automação Industrial
 

Síntese do currículo profissional

Módulo I
Síntese das competências profissionais
1. Interpretar esquemas eletroeletrônicos e montar circuitos básicos.
2. Selecionar instrumentos e equipamentos de medição e teste.
3. Analisar o funcionamento dos circuitos retificadores, com e sem filtro capacitivo.
4. Analisar os princípios que regem os fenômenos eletromagnéticos.
5. Avaliar circuitos combinacionais aplicados em sistemas digitais.
6. Projetar circuitos lógicos combinacionais básicos.
7. Interpretar desenhos, projetos e esquemas de instalações elétricas.
8. Interpretar tabelas, normas técnicas e legislação pertinente às instalações elétricas e de segurança.
9. Projetar instalação elétrica residencial.
10. Correlacionar as técnicas de desenho e de representações gráficas com seus fundamentos matemáticos e geométricos, visando sua interpretação.
11. Identificar a simbologia elétrica de componentes eletroeletrônicos.
12. Confeccionar circuitos de baixa complexidade aplicados à área, a partir de um esquema eletroeletrônico.
 
Síntese das habilidades
1. Identificar os componentes e os elementos básicos dos circuitos.
2. Utilizar as grandezas e escalas dos instrumentos de medição.
3. Aplicar metodologia de correta utilização de equipamentos e instrumentos de medição.
4. Identificar as principais características das ondas senoidais.
5. Realizar experimentos em laboratório visando à utilização de instrumentos e equipamentos de medição.
6. Elaborar relatórios técnicos, com base nos experimentos em laboratório.
7. Elaborar esboços, desenhos de circuitos eletrônicos básicos retificadores com e sem filtro capacitivo.
8. Verificar os parâmetros de uma fonte de alimentação retificada.
9. Executar ensaios realizando montagens e instalações de circuitos aplicando os conceitos básicos dos fenômenos eletromagnéticos.
10. Calcular intensidade de campo e força magnética produzida por corrente elétrica.
11. Verificar a influencia dos diversos tipos de materiais ferromagnéticos sobre a intensidade do campo gerado.
12. Montar e verificar o comportamento das portas lógicas relacionando os diferentes tipos de portas e o seu funcionamento.
13. Identificar as principais características técnicas dos circuitos integrados utilizando catálogos e manuais.
14. Elaborar expressões matemáticas de circuitos lógicos combinacionais.
15. Identificar circuitos lógicos combinacionais aplicando métodos de simplificação aos mesmos.
16. Aplicar normas técnicas, padrões e legislação pertinente às instalações elétricas utilizando manuais e catálogos de instalações elétricas.
17. Dimensionar e especificar materiais e componentes de instalações elétricas.
18. Dimensionar dispositivos de controle e segurança dos sistemas elétricos.
19. Elaborar desenho técnico utilizando suas técnicas específicas.
20. Aplicar os comandos básicos de desenho assistido por computador (CAD).
21. Montar circuitos eletroeletrônicos aplicando a simbologia específica.
22. Realizar testes de funcionamento relatando em documentos as falhas reparando placas de circuito impresso.
Síntese das bases tecnológicas
1. Conceitos matemáticos: potência de dez, funções de 1º grau, prefixos numéricos
2. Conceitos Fundamentais de Eletricidade
3. 1ª e 2ª Lei de Ohm
4. Multímetro analógico e digital
5. Associação de resistores
6. Leis de Kirchhoff
7. Características de ondas senoidais
8. Osciloscópio, gerador de funções e frequencímetro
9. Noções de transformador ideal, semicondutores, diodo emissor de luz, circuitos retificadores, capacitores, fontes de alimentação
10. Noções de trigonometria e vetores
11. Noções de eletrostática envolvendo Lei de Coulomb
12. Eletromagnetismo e aplicações
13. Sistemas de numeração: binário, octal, decimal e hexadecimal
14. Circuitos lógicos combinacionais e sua simplificação
15. Noções de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica
16. Normas técnicas e legislação pertinente (NBR 5410)
17. Simbologia e convenções técnicas de instalações elétricas
18. Tabelas e Catálogos Técnicos
19. Regras de segurança, limpeza e organização dentro do ambiente laboratorial
20. Condutores: critérios de dimensionamento
21. Eletrodutos; dispositivos de proteção; aterramento elétrico
22. Noções básicas de instalações complementares residenciais
23. Desenho técnico; Softwares gráficos (CAD)
24. Desenho de instalação elétrica residencial em software gráfico específico
25. Etapas de desenvolvimento do projeto de circuitos eletroeletrônicos

 

Módulo II

Síntese das competências profissionais
1. Analisar textos técnicos e/ou comerciais da área de Automação Inudstrial, por meio de indicadores linguísticos e de indicadores extralinguísticos.
2. Analisar circuitos sequenciais com Flip-Flops.
3. Analisar circuitos conversores A/D e D/A.
4. Analisar um sistema microprocessado.
5. Identificar, analisar e interpretar características, princípios e sinais de sensores, transdutores e transmissores.
6. Identificar, analisar e interpretar atuadores lineares e rotativos hidráulicos, pneumáticos e elétricos.
7. Interpretar circuitos indutivos e capacitivos, aplicados à corrente alternada.
8. Interpretar, definir e avaliar ensaios e testes com circuitos transistorizados.
9. Analisar o princípio de funcionamento e principais características dos motores elétricos.
10. Interpretar diagramas de força e comando elétrico.
11. Analisar meios de produção, distribuição e reparação para ar comprimido e fluído hidráulico.
12. Analisar a dinâmica dos componentes em circuitos hidráulicos e pneumáticos.
13. Avaliar os recursos de softwares gráficos e suas aplicações nos desenhos de esquemas elétricos.
14. Interpretar manuais e normas de equipamentos, instrumentos (inclusive de análises) de operação, variáveis de processo em sistema de controle analógicos e digitais.
 
Síntese das habilidades
1. Adequar-se aos diversos contextos de comunicação profissional, de acordo com fatores extralinguísticos (sociais, situacionais, público-alvo).
2. Interpretar catálogos e manuais de circuitos sequenciais com Flip-Flops.
3. Realizar testes em circuitos conversores A/D e D/A.
4. Montar e testar circuitos osciladores digitais e circuitos que utilizam memórias.
5. Identificar a estrutura de um microprocessador.
6. Aplicar sensores em malha com dispositivos microcontrolados (CLP e microcontroladores).
7. Relacionar os tipos de atuadores adequados à automação do processo industrial.
8. Utilizar metodologia de projetos aplicados a circuitos resistivos, indutivos e capacitivos.
9. Aplicar e executar montagens com transistores.
10. Medir e identificar as respostas de saída dos amplificadores diferenciais.
11. Realizar experimentos com sistemas trifásicos.
12. Identificar os tipos de motores e suas características principais.
13. Operar sistemas de comandos e de controle de processos industriais.
14. Ligar motores de corrente alternada usando chaves de partida convencionais ou eletrônicas.
15. Montar, testar e instalar os dispositivos hidráulicos e pneumáticos e identificar falhas.
16. Simular, desenhar, elaborar, dimensionar em sistemas hidráulicos e pneumáticos.
17. Aplicar as simbologias segundo normas técnicas em desenhos e esquemas elétricos, objetivando a criação de uma biblioteca de símbolos.
18. Aplicar normas de metrologia e calibração de instrumentos de medição.
19. Elaborar e calcular os limites superiores e inferiores de controle.
20. Fazer leitura de variáveis através de instrumentos medidores.
21. Elaborar fluxogramas de processo e instrumentação.
22. Identificar variáveis de processo, equipamento e instrumentos em sistema de controle analógicos e digitais.
 
Síntese das bases tecnológicas
1. Estudos dos recursos linguísticos – discursivos utilizados em textos específicos do Técnico em Automação Industrial, por meio de: indicadores linguísticos (vocabulário geral da língua portuguesa; morfologia; sintaxe; semântica; grafia; pontuação; acentuação; modalização; elementos de retórica) e indicadores extralinguísticos (contextos socioculturais; situações profissionais de comunicação). Conceitos de coerência e de coesão aplicados à análise e à produção de textos. Textos técnicos específicos da área de Automação Industrial
2. Circuitos sequenciais com Flip-Flop
3. Circuitos conversores analógicos/digitais e digitais/analógicos/osciladores digitais
4. Microprocessador de 8 bits
5. Memórias: tipos e associações
6. Características dos sensores e transdutores: digitais e analógicos
7. Malha de sensores e aplicações industriais com dispositivos microcontrolados
8. Controladores proporcionais
9. Atuadores pneumáticos, hidráulicos e elétricos aplicados em automação
10. Circuitos RLC série e paralelo
11. Filtros passivos
12. Construção e configuração dos transistores bipolares, FET (Field-Effect Transistor [Transistor de Efeito de Campo]) e MOSFET (acrônimo de Metal Oxide Semiconductor Field Effect Transistor)
13. Transistor como chave
14. Amplificadores diferenciais
15. Corrente alternada trifásica
16. Transformadores de corrente e de potencial
17. Motores AC (corrente alternada) e DC (corrente contínua)
18. Comandos elétricos
19. Tipos de partida de máquinas elétricas
20. Hidráulica
21. Pneumática
22. Software de simulação para circuitos hidráulicos e pneumáticos
23. Desenhos de simbologias elétricas segundo norma: DIN, ANSI, IEC e ABNT
24. Softwares gráficos: projetos de painéis de comandos elétricos; circuitos eletroeletrônicos; comandos elétricos; comandos com CLP
25. Sistema Internacional de Unidades
26. Metrologia e calibração
27. Variáveis: pressão, nível, temperatura, vazão, pH e condutividade
28. Norma VIM 2008

Módulo III

Síntese das atribuições
1. Interpretar catálogos, manuais e tabelas.
2. Realizar e interpretar ensaios de circuitos elétricos, eletroeletrônicos, hidráulicos, pneumáticos e automatizados.
3. Integrar circuitos elétricos, pneumáticos e hidráulicos.
4. Realizar ensaios e testes de sistemas pneumáticos e hidráulicos.
5. Aplicar técnicas de manutenção.
6. Realizar reparos em sistemas automatizados.
7. Utilizar softwares específicos e desenvolver aplicativos à área de Automação.
8. Organizar materiais e recursos para instalar sistemas de automatização de processos e produtos.
9. Acompanhar teste de produção do sistema de automação em processo.
10. Coordenar e treinar equipes de trabalho.
Síntese das competências profissionais
1. Adequar sistemas de controle dos movimentos dos robôs.
2. Programar robôs.
3. Analisar circuitos eletropneumáticos e eletro – hidráulicos e com CLP (Controlador Lógico Programável) utilizando representação de sequência de movimentos e métodos para elaboração.
4. Projetar circuitos eletropneumáticos e eletro – hidráulicos e com CLP e com sensores.
5. Reconhecer circuitos trifásicos controlados e não controlados.
6. Projetar circuitos de disparo utilizando o circuito TCA 785 e modulação PWM (Modulação por Largura de Pulso).
7. Avaliar a arquitetura básica dos microprocessadores e microcontroladores, através do funcionamento e comunicação com os periféricos.
8. Interpretar software de programação dos microcontroladores.
9. Analisar falhas e defeitos de sistemas com controladores lógicos.
10. Interpretar blocos operadores, contadores, comparadores e canais analógicos para desenvolver sistemas com CLPs (Controladores lógicos programáveis) e inversores de frequência.
11. Desenvolver algoritmos com estruturas condicionais e aplicá-los em uma linguagem de programação orientada a objeto.
12. Propor soluções parametrizadas por viabilidade técnica e econômica aos problemas identificados no âmbito da área profissional.
13. Ler e interpretar textos técnicos em inglês relacionados à automação industrial.
14. Comunicação oral e técnica em inglês.
15. Analisar dados e informações obtidas de pesquisas empíricas e bibliográficas.
 
Síntese das habilidades
1. Aplicar os fundamentos de robótica.
2. Executar programação de braços mecânicos em processos de automação.
3. Simular e montar circuitos eletropneumáticos e eletro – hidráulicos e com CLP (Controlador Lógico Programável).
4. Propor soluções para aplicações de circuitos eletropneumáticos e eletro-hidráulicos.
5. Realizar testes de funcionamento de circuitos com amplificadores operacionais.
6. Utilizar manuais e catálogos técnicos com tiristores.
7. Selecionar o dispositivo de disparo adequado para cada aplicação.
8. Ensaiar circuitos de disparo com TCA 785 e modulação PWM (Modulação por Largura de Pulso).
9. Realizar montagem de circuitos trifásicos controlados e não controlados com carga resistiva.
10. Projetar o hardware de um sistema microcontrolado.
11. Programar microcontrolador para manipular dados entre seus blocos internos, memórias e interfaceamento.
12. Projetar o software de um sistema microcontrolado aplicativo na área industrial.
13. Elaborar procedimentos de ensaios e testes nos CLPs.
14. Aplicar técnicas de análise e manutenção de CLP.
15. Programar e aplicar programação em CLP para canais analógicos blocos contadores, comparadores e operadores.
16. Aplicar e especificar inversores de frequência com CLP para processos industriais.
17. Aplicar as técnicas de programação de C++ para controle de estruturas condicionais.
18. Implementar rotinas e sub-rotinas e ponteiros em linguagem de programação.
19. Identificar o tema principal e os temas secundários de textos na língua inglesa.
20. Identificar a sequência de fatos apresentados em textos na língua inglesa.
21. Redigir textos simples em inglês, como: resumo de projetos, avisos, correspondências.
22. Expressar-se com simplicidade e clareza, em inglês, na área de Automação Industrial.
23. Identificar fontes de pesquisa sobre o objeto em estudo, em projetos acadêmicos.
 
Síntese das bases tecnológicas
1. Fundamentos de robótica
2. Composição de braços mecânicos
3. Tipos de juntas
4. Tipos de garras
5. Aplicação de robôs em sistemas automatizados
6. Eletro-hidráulica e eletropneumática
7. Representação de sequência de movimentos de atuadores: tabela, trajeto passo e representação abreviada
8. Montagem e teste prático com circuitos eletro-hidráulicos e eletropneumáticos
9. Software de simulação para circuitos eletro-hidráulicos e eletropneumáticos
10. Amplificadores operacionais: especificações, parâmetros e circuitos aplicativos voltados à automação industrial
11. Tiristores: família de componentes, aplicações
12. Dispositivos de disparo
13. Modulação PWM: princípio de funcionamento, aplicações
14. Aplicações em circuitos trifásicos controlados e não controlados com carga resistiva
15. Arquitetura interna de microcontroladores de 8bits
16. Microcontrolador PIC: hardware, estrutura interna e registradores internos
17. Estrutura de interfaceamento externo do PIC
18. Configuração dos módulos do CLP
19. Arquitetura dos controladores lógicos
20. Programação de controladores lógicos
21. Contatos NA/NF (Normalmente Aberto/Normalmente Fechado) e Set e Reset
22. Blocos contadores, blocos comparadores, blocos operadores
23. Programação de canais analógicos de entrada e saída
24. Conceitos básicos de programação estruturada e algoritmo
25. Interface de programação ou C++
26. Programas em estrutura condicional, programas em estruturas repetitivas
27. Vetores e matrizes
28. Funções em rotina e sub-rotina
29. Ponteiros
30. Técnicas de leitura instrumental, na língua inglesa, identificando cognatos, ideia geral e específica do texto, título, conteúdo, palavras-chave, vocabulário e expressões já conhecidas
31. Identificação e definição de temas para trabalhos acadêmicos: análise das propostas de temas segundo os critérios de pertinência, relevância e viabilidade
32. Técnicas de pesquisa em trabalhos acadêmicos: documentação indireta (pesquisa documental; pesquisa bibliográfica); técnicas de fichamento de obras técnicas e científicas; documentação direta (pesquisa de campo; pesquisa de laboratório; observação; entrevista; questionário); técnicas de estruturação de instrumentos de pesquisa de campo (questionários; entrevistas; formulários, etc.)

Módulo IV

Síntese das atribuições
1. Efetuar programação de sistemas produtivos automatizados, bem como operá-los.
2. Identificar características de operação e controle de processos industriais.
3. Adequar sistemas convencionais a tecnologias atuais de automação.
4. Acompanhar desenvolvimento de sistemas produtivos automatizados.
5. Analisar processo e produto para automação.
6. Elaborar projetos de dispositivos e sistemas automatizados.
7. Avaliar e controlar processos industriais.
8. Integrar e implementar sistemas automatizados.
9. Elaborar ou atualizar documentação de sistemas automatizados.
10. Analisar tecnicamente a aquisição de dispositivos e sistemas automatizados.
11. Diagnosticar defeitos e falhas nos sistemas.
12. Correlacionar e planejar técnicas de manutenção (preventiva e preditiva) em sistemas automatizados.
 
Síntese das competências profissionais
1. Projetar sistemas automáticos de processos industriais.
2. Aplicar dispositivos de controle (motores, válvulas, pistões, inversores de frequência, CLPs, redes industriais, sistemas de supervisão etc.) em sistemas automáticos de processos industriais.
3. Projetar softwares supervisórios dispositivos microcontrolados: CLP e inversores de frequência e aplicar e integrar malhas com sensores e controladores PID (proporcional integral derivativo) com supervisórios e redes industriais.
4. Integrar redes industriais com supervisório em aplicações de processos industriais.
5. Analisar os sistemas de manutenção preditiva, preventiva e corretiva.
6. Planejar a melhoria contínua da qualidade, produtividade, na introdução de novas tecnologias e no intercâmbio com outros setores.
7. Interpretar o Código de Ética do Técnico em Automação Industrial visando ao bom desempenho profissional.
8. Identificar a importância do trabalho voluntário na formação profissional e ética do cidadão.
9. Projetar software em C++ para comunicação com computador com microcontroladores.
10. Projetar aplicações industriais com componentes e dispositivos com interface do computador e microcontroladores: silos, sensores e atuadores.
11. Realizar estudos e interpretar legislações e normas pertinentes à redução do impacto ambiental nos processos industriais, aplicando boas práticas ambientais e segurança no trabalho.
12. Selecionar e enunciar os usos dos EPIs e EPCs.
13. Planejar as fases de execução de projetos acadêmicos com base no objeto de estudo da área de atuação.
 
Síntese das habilidades
1. Utilizar normas técnicas voltadas à automação industrial.
2. Montar, testar, instalar e posicionar sensores em sistemas automáticos de processos industriais.
3. Utilizar dispositivos de segurança em sistemas automáticos de processos industriais.
4. Programar software supervisório com aplicações industriais.
5. Programar redes industriais com supervisório em aplicações de processos industriais.
6. Aplicar e integrar malhas com sensores e controladores PID com supervisórios e redes industriais.
7. Aplicar técnicas relativas ao planejamento e controle da manutenção industrial.
8. Aplicar os princípios da manutenção: montar e desmontar conjuntos mecânicos, utilizando técnicas de lubrificação.
9. Selecionar e gerenciar procedimentos para a melhoria contínua da qualidade e produtividade.
10. Utilizar as técnicas de relações interpessoais como instrumento de autopromoção e bom desempenho profissional e pessoal.
11. Identificar a cultura e os objetivos da organização.
12. Relatar a observação do Código do Consumidor no funcionamento e desenvolvimento da organização.
13. Aplicar o Código de Ética do Técnico em Automação Industrial nas suas atividades.
14. Desenvolver hardware e software em C++ utilizando portas do computador.
15. Montar hardware específico com microcontroladores para comunicação entre computador e software.
16. Interpretar requisitos das normas técnicas de proteção ao ambiente de trabalho.
17. Elaborar procedimentos de descartes de resíduos industriais de acordo com as normas.
18. Organizar as informações, os textos e os dados, para a execução de projetos acadêmicos, conforme as normas estabelecidas.
 
Síntese das bases tecnológicas
1. Sistemas produtivos: automação fixa, automação flexível, automação programável
2. Norma IEC 61131-3
3. Acionamento de dispositivos de movimentação de materiais através de atuadores: elétricos, pneumáticos, hidráulicos
4. Aplicação de controle de velocidade de motores em sistemas automáticos
5. Técnicas de posicionamento de sensores em máquinas e sistemas automatizados
6. Dispositivos de segurança em máquinas e processos automatizados
7. Programação de softwares supervisório
8. Implementação de softwares supervisórios para redes de comunicação industrial
9. Exemplos de projetos de sistemas supervisórios e redes com CLP e inversor de frequência
10. Malhas com sensores e controladores PID com supervisórios: pressão, vazão, temperatura e nível
11. Manutenção: preventiva, preditiva e corretiva; TPM – Manutenção Produtiva Total; PCM – Planejamento e Controle da Manutenção
12. ISO 9001
13. Ferramentas da qualidade
14. MASP – Método de Análise e Solução de Problemas
15. CEP – Controle Estatístico do Processo
16. Sistema de Manufatura Enxuta
17. Técnicas de relações interpessoais: apresentação e comportamento, empatia e comunicação, marketing pessoal
18. Noções do Código de Defesa do Consumidor
19. Código de Ética do Técnico em Automação Industrial: conceitos, teorias que explicam os conceitos éticos e ética profissional
20. Tipos de portas de comunicação e protocolos de comunicação: paralela, serial e USB
21. Programas de comunicação com as portas do computador, utilizando linguagem orientada a objetos em C++
22. Aplicações industriais com componentes e dispositivos com interface PC e microcontroladores
23. Gerenciamento de projeto ambiental voltado para empresas
24. Normas Regulamentadoras
25. Equipamentos de proteção: EPIs e EPCs
26. Sistemas de gerenciamento e formatação de projetos de trabalhos acadêmicos
 
Síntese das competências pessoais
1. Demonstrar visão sistêmica.
2. Atuar e trabalhar em equipe.
3. Demonstrar relacionamento interpessoal.
4. Demonstrar raciocínio lógico.
5. Demonstrar criatividade.
6. Agir com proatividade.
7. Assumir responsabilidades.
 
 
Go to top